Existem poucas coisas certas em nossas vidas, uma delas é viver, a outra é morrer, mas a mais significativa delas é MUDAR.

Este sim é um grande desafio para as pessoas, pois lamentavelmente muitas não acreditam em seus potenciais, não foram “treinadas” a verem a sua capacidade de transformar a si mesmo.

Digo isso a você amigo leitor, pois vou compartilhar agora uma história que surpreende a nós mesmos.

Se alguém chegasse para dizer que um dia eu iria escrever um livro e que faria palestras fora do Brasil eu não acreditaria.

É ai que o fato de acreditar que podemos assumir desafios foi o que nos levou a realizar tudo isso.

Somos conhecidos pelo carinhoso jargão “dupla positiva”, pois desde que descobrimos esta ciência não paramos mais.

 

Em meados de 2015 fomos convidados pela organizadora do livro Psicologia Positiva Teoria e Prática, nossa querida amiga Andréa Perez Corrêa, para escrever um capítulo apresentando a Teoria do Flow de Mihaly Csikszentmihalyi. Não fazíamos ideia do que isso significava naquela época, mas assumimos o compromisso de ir em frente e desbravar com coragem e determinação essa que seria uma das mais importantes jornadas que assumiríamos em nosso exercício profissional.

Flow, de maneira resumida é algo que fazemos por nos sentir desafiados a ponto de ter uma entrega tão profunda no que estamos fazendo que chegamos a perder a noção da passagem do tempo. Você por acaso já viveu este tipo de experiência? Assista ao vídeo no nosso canal que representa os momentos de Flow.

Nós já, e desde que estudamos sobre essa teoria, incorporamos suas técnicas em nossa maneira de trabalhar. Brincamos às vezes dizendo que entrar em flow é algo que fazemos com certa frequência, sabe por quê?

Porque quando descobrimos o sentido para nossas vidas, quando confiamos na capacidade de encarar os desafios estando dispostos a mudar, vivemos o flow.

Escolhemos abraçar cada momento e aproveitar ao máximo tudo que ele pode nos oportunizar. Seguimos com uma turma pelo Brasil apresentando o capítulo sobre o flow, mas não paramos por ai.

A Andréa Perez alçou voos maiores e organizou em conjunto com a Universidade de Lisboa em Portugal o primeiro Simpósio Luso-brasileiro de Psicologia Positiva e o III Congresso Português de Psicologia Positiva. Um sonho começou a ser realizado e fomos convidados a atravessar o oceano nessa direção.

 

 

Chegamos a Lisboa de corações abertos para as novidades, repletos de vontade em aprender e contribuir com este maravilhoso evento focado na psicologia positiva.

Vivemos momentos incríveis e nossas emoções foram para lá de positivas.

Estar em outro país já é algo que emociona, afinal nunca havíamos imaginado tal façanha. Ávidos por saber sobre o lugar, rapidamente decidimos passear, pois o evento seria em três dias. Fomos visitar um dos centros religiosos mais estimados do mundo, a cidade encantadora de Fátima. Foi um daqueles momentos de agradecer por tudo, e segundo, refletir sobre a vida, desejos, ações e propósito do que estávamos fazendo.

Mas os moradores do local seguia recomendando para que fôssemos conhecer outros cidades por perto que também eram muito encantadoras e que tinham suas belezas como ponto turístico. Sendo assim, seguimos para conhecer a Vila de Nazaré que fica no distrito de Leiria, visitamos o Santuário de Nossa Senhora de Nazaré e as famosas ondas gigantes, mas naquele dia não estavam tão gigantes assim.

Aproveitando o percurso, já nos direcionamos para Óbidos, uma típica vila parecida com a Idade Média, muita encantadora. Tive uma noção básica e real do talvez fosse viver naquela época. Fantástico!

Voltando para a capital, fomos enfim conhecer a Torre de Belém que fica na Freguesia de Belém às margens do Rio Tejo. Foi à experiência mais doida do passeio. Ao chegar no local saímos em direção da Torre, mas praticamente do nada veio uma nuvem negra e vento, apesar de estranhar o fato, seguimos caminhando. Quase chegando lá começa uma tormenta forte, que impediu seguir em frente. Assustados, saímos correndo a procura de um local para nos protegermos. Nesta ocasião estávamos com uma colega e amiga, a querida Gabriele Ribas. Foi arrebatador cair na gargalhada, não esperávamos por isso, mas tiramos o melhor do momento.

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Gabriele Ribas e Rafa Garcia Oliveira, pessoas sorrindo

Em Belém para saborear um bom café e comer os famosos pastéis de Belém.

 

Todos molhados, decidimos comer.

Ah que coisa maravilhosa poder se esquentar um pouco num café, então seguimos para experimentar o famoso pastel de Belém que era ali perto.

Realmente é delicioso, adoramos e recomendamos para quem for a Lisboa.

Assiste um trecho do video da nossa aventura na chuva.

 

Dia 3 de março de 2018, chegou o grande dia e a dupla positiva estava preparada para sua apresentação. O tempo parou! Uau, estávamos nos apresentando e falando sobre flow em Lisboa.

É importante que apreciemos nossos ápices e naquele dia fizemos exatamente isso. Entramos em flow e quando percebemos já havia terminado.

Você poderá apreciar conosco um pouco deste acontecimento clicando abaixo no link do vídeo que está em nosso canal no youtube.

 

Enfim, podemos dizer que “pensar e agir fora da caixa”, oportunizando que mudanças possam ocorrer em nossas vidas, sem nos prendermos a conceitos e ações engessadas foi a melhor e mais fabulástica coisa que nos aconteceu.

Gostamos tanto de florescer nosso potencial e perceber que podemos ir além que decidimos viabilizar novas viagens, e conseguimos.

Fique atento, em breve falaremos dessa nova empreitada.

Só posso dizer uma coisa, Paris vem ai!