Avós e netos: saboreando uma relação positiva

Quem teve a oportunidade ter o contato com os avós, sabe da importância de ter guardado boas lembranças deste convívio. Além disso, a participação deles para vida da criança contribui para a formação de sua personalidade e da construção do caráter, bem como para o desenvolvimento de boas memórias.

Diante das modificações da estrutura familiar, os avós têm assumido a responsabilidade de “tomar conta” dos netos, seja por questões financeiras, ou por causa da insegurança de deixar os pequenos aos cuidados de terceiros (babás ou cuidadoras). Existem casos em que os avós assumem o lugar dos pais (abandono ou morte dos genitores).

Entretanto, o artigo não pretende aprofundar sobre qual é a melhor forma de cuidar de netos, apesar de que o cuidado tem relação com o bem-estar emocional das crianças, mas diz respeito sobre os benefícios do contato entre avós e netos. Podemos dizer, que os avós são um repertório de experiências, ou seja, transmitem através de estórias, ensinamentos, costumes e conhecimentos. Estes são o “elo” para fortalecer as relações familiares.

Sabe-se que a importância dos avós na vida dos netos começa desde o nascimento até adolescência – com maior ênfase na fase dos 3 a 6 anos. A influência destes, ajuda na cognição e na personalidade da criança, através das brincadeiras e passatempos.

No entanto, os avós podem servir de apoio emocional tanto para crianças quanto aos adolescentes, pois considera-se uma “escuta sem julgamentos” devido a sensação de acolhimento que transmitem. Por isto, os netos sentem-se mais seguros ao confidenciar seus problemas já que os avós são pessoas de apego e segurança.

Mas de que forma o Savoring se aplica na relação entre avós e netos?

O Savoring vem da palavra inglesa, que significa “saborear” o aqui e o agora. Contudo, é um processo natural e espontâneo de desfrutar as experiências no momento presente. Sua prática provoca no sujeito o deleitamento e o encantamento de uma experiência agradável e prazerosa, e com isso, transformar-se em boas lembranças do passado, ou ainda, em planejamentos futuros. Pode, inclusive vir antes, durante e após um acontecimento positivo.

Com isso prática do Savoring entre avós e netos, pode ser feito através do compartilhamento das experiências vividas dos avós, ou, de acontecimentos positivos com outros familiares. 

Conhecer as forças de forças pessoais, ajuda a descobrir as qualidades que avós e netos têm em comum, como forma de aproveitar atividades, em que possam ter um engajamento destas forças.

Além disso, a prática das forças pessoais pode fazer com avós e netos entrem em estado de flow, isto é, fazerem algo positivo que percam a noção do tempo, assim aumentando a sensação de saborear aquele momento. Mas fazer algo mesmo que seja banal ou comum, resulta em emoções positivas, como um passeio no parque, fazer um bolo, participar de uma pescaria, ou aquele almoço em família. Ou então, atuando como conselheiros dos mais jovens.

Saber sobre os valores e princípios que são passados de geração para geração ajudam também na construção do caráter dos netos.

Para os idosos, conviver com os netos, é importante pois além do cuidado com estes, resulta numa vida com mais sentido; de terem um propósito, aumento a sua autoestima e disposição, assim prevenindo a solidão e a tristeza.

O Savoring pode ser reverberado na fase adulta, quando o sujeito, ao recordar as boas lembranças com os avós sentirá uma satisfação com o passado, gerando sensação de orgulho e o resgate das emoções positivas vividas.

Conviver com os avós, não é somente aproveitar o momento presente, apenas as coisas boas, mas de ensinar a criança ou adolescente, a ser mais empático, aprendendo a respeitar a limitações dos outros, e a acreditar nas suas potencialidades.

Andréia Haas Krug

Psicóloga - CRP 07/14023

Sou formanda pela ULBRA, pós-graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional, especialista em Psicologia Jurídica. Coautora do livro Saúde Emocional na Escola e dos e-books: E Agora Pais? Lidando com os Desafios do Universo Infantil e do O Psicólogo vai à Escola Vol.1, 2 e 3. Atendo crianças, adolescentes e adultos, realizo avaliação psicológica, orientação de pais e consultoria em escolas, na cidade de Porto Alegre/RS.

  • deiapsico7@gmail.com

Gostou?! Ajude-nos a compartilhar...

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print

Leia também...

Faça seu comentário

WhatsApp chat